Qual guru você segue?

Qual guru você segue?

No mundo da gestão aplicada não interessam os conceitos predefinidos, mas aquilo que funciona! E engana-se quem pensa que a salvação está em um método ou em outro: Sua organização precisa que você faça dar certo!

Para fazer dar certo, provavelmente você precisará de um arranjo que misturará práticas de fontes diferentes. É pouco produtivo entrincheirar-se por detrás de um método e não dar um voto de crédito para abordagens alternativas. Aliás, é pouco honesto intelectualmente estando-se na Era do Conhecimento e da Informação, em épocas de Learning 3.0, deixar de estudar o contraditório. A velha briga entre Scrum ou kanban, por exemplo, deveria ter terminado há tempos. Mas muita energia ainda é gasta nisso.

Não estou dizendo que você precisa aplicar todas as abordagens modernas, mas o mínimo que se espera de um profissional que se diz no ramo da gestão é que este estude e não tenha preconceitos. Ah, e que saiba do que está falando, pois assim poderá criticar com propriedade as alternativas e adaptá-las ao seu contexto.

Desabafo!

Então, antes de sair vestindo a camisa de algum método específico ou compartilhar frases de efeito de algum guru da gestão, lembre-se que talvez você seja, hoje, o único guru com que sua empresa conta para mudar alguma coisa e a camiseta que você estará vestindo, será aquela velha de sempre.

Comente:

Sobre o Autor

buzON administrator

Rafael Ferreira Buzon é certificado CSM – Certified Scrum Master e PMP – Project Management Professional; tem extensão em Gestão de Marketing, Gestão de Pessoas e Gestão de Projetos pela FGV; formado em Sistemas de Informação pela UNESP; Palestrante em conferências Ágeis; Já trabalhou em consultorias de tecnologia para Educação, Inovação, Portais colaborativos, E-commerce e Gestão do conhecimento. Também é co-fundador do kudoos.com.br e Lean Coffee São Paulo. Tem implementado metodologias ágeis há 6 anos, como Scrum e XP, além de modelo híbridos e também realizado migrações de sucesso de Scrum para Kanban.

Deixe uma resposta